Reformas ainda não são temas da preferência dos presidenciáveis

PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e destaques da hora de O Globo online: Centrão avança e reduz peso de partidos maiores. Cai a fatia de MDB. PT, PSDB e PP no total e filiados e legendas/

Entre impeachment e sentença de Lula, PT perdeu filiados. Após decisão de Moro, número de petistas parou de cair e voltou ao patamar do governo Dilma. A legenda ganhou 8.004 filiados desde a primeira sentença contra Lula, um crescimento de 0,5%/

Aliados nas eleições municipais de 2016, os clãs Crivella e Garotinho agora racham. Crise tem demissão de nomeados por Clarissa e reunião tensa/

Tocantins terá 2º turno entre Carlesse e Vicentinho. Eleitores do estado foram às urnas neste domingo e retornarão no dia 24 de junho para escolher governador com mandato tampão/

Eleição suplementar no Tocantins tem sete presos/

Na crise, comerciantes do DF abusam dos preços. Itens básicos sofreram aumentos abusivos já nos primeiros dias da greve dos caminhoneiros. Em Brasília, botijão de gás chegou a R$ 180/

Postos já vendem diesel mais barato em Rio, São Paulo e Brasília. Muitos ainda têm estoque antigo. Em outros, redução não chega aos R$ 0,46 determinados/

Governo estuda acabar com reajustes diários da gasolina. Ideia é não afetar as receitas da Petrobras e amortecer altas com imposto flutuante. 

Manchete e destaques da hora do Estadão online: Candidatos à Presidência não detalham planos para reforma tributária. Promessa é reduzir peso dos impostos, mas planos específicos não são revelados/

Polarização. Em Minas Gerais, denúncias não evitam o duelo entre PT e PSDB. O cenário para as eleições em Minas vai se desenhando com uma nova polarização entre o governador petista Fernando Pimentel, que tentará a reeleição, e o senador tucano Antonio Anastasia, que governou o Estado entre 2010 e 2014. Confirmado como pré-candidato do PT, Pimentel foi denunciado quatro vezes por suspeita de envolvimento no esquema de corrupção investigado pela Operação Acrônimo da PF, que apura lavagem de dinheiro na campanha em 2014. Em outra investigação, a Procuradoria-Geral da República denunciou o governador por omissão e falsidade na prestação de contas da campanha eleitoral de 2014. Também investigado pela PF por “vantagens indevidas” em sua campanha ao governo de Minas em 2010, Anastasia é o principal pré-candidato da oposição e enfrenta ainda o fato de ser aliado de dois tucanos com problemas: o senador Aécio Neves e ex-governador Eduardo Azeredo/

Doria ainda longe da capital. O tucano João Doria vai manter pelo próximo mês a estratégia de tocar sua pré-candidatura ao governo de São Paulo percorrendo cidades do interior e do litoral do Estado/

Governo estuda criar ‘seguro’ para reduzir preço de gasolina e gás/

Produção de diesel no Brasil cai 8% até abril e é o menor em 15 anos

China alerta EUA sobre guerra comercial e taxas

Natal registra fim de semana de violência e ataque a ônibus. 

Manchete e destaques da hora da Folha online: Congresso não vê opção para reduzir preço de combustível. Presidentes do senado e da Câmara apontam travas no orçamento e na legislação que impedem ação do governo federal/

Preço do petróleo não cai tão cedo, diz especialista. O petróleo vem caindo nos últimos dias por causa da possibilidade de Rússia e OPEP aumentarem sua produção, mas especialistas advertem que o preço da commodity não voltará tão cedo ao baixo patamar dos últimos anos/

CVM questionou novo presidente da Petrobras. Executivo prejudicou concorrentes por não divulgar valor de negociação que vazou para mídia/

Violência. Rodoanel concentra 31% dos assaltos em estradas paulistas. Os trechos da via com maior ocorrência do crime passam por Carapicuíba e Osasco (oeste) e São Bernardo e Santo André (sul).

Sem regra clara, abuso de poder religioso divide cortes eleitorais. Pastor chegou a ser afastado após acusação de que fazia propaganda política em templos/

Entrevista da 2ª: Os malucos que pedem ditadura não têm formação, diz sociólogo. Reginaldo Prandi, homenageado pela USP nesta terça, diz que cidadania do país é frágil/

Celso Rocha de Barros: Flerte com ditadura, censura ou coisa que o valha não é aceitável/

Folha, UOL e SBT sabatinam pré-candidato ao governo do Rio.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s