200 funcionários do Ministério da Agricultura serão delatados por JBS

Brasília – Foto da Faixada do Ministerio da Agricultura (Valter Campanato/Agência Brasil)

Enquanto o empresário Joesley Batista vai detalhar o caminho da propina para 1.829 políticos, Wesley, seu irmão mais velho, relatará suposto suborno de pelo menos 200 funcionários do Ministério da Agricultura que fiscalizavam as empresas do grupo, de acordo com reportagem da Folha.

Segundo a matéria do jornal paulista, “a defesa dos delatores da JBS vai entregar, em setembro, à Procuradoria-Geral da República cerca de 20 novos anexos que complementarão o acordo de colaboração premiada assinado pelos irmãos Joesley e Wesley Batista e diretores do grupo”.

As delações da JBS, maior processadora de carne, do mundo, vieram à tona em 19 de maio passado, após serem liberadas pelo Supremo Tribunal Federal, atingindo em cheio o sistema político brasileiro.

Os anexos a serem entregues, agora, vão detalhar os casos de corrupção delatados pelos donos da empresa.

Da Redação do Política e Governança

 

#JBS #JoesleyBatista #delaçãopremiada #ProcuradoriaGeraldaRepública

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s